(Foto: Felipe Fachini/Divulgação FC Cascavel)

É em clima de decisão que FC Cascavel e Cianorte entram em campo neste sábado (18). Quem vencer, avança para as oitavas de final da Série D. Um novo empate, leva a partida para os pênaltis. No jogo de ida, em Cianorte, os dois times ficaram no empate sem gols.

O FC Cascavel tem boas notícias para enfrentar o Leão do Vale neste sábado. O time terá o retorno do técnico Tcheco, que se recuperou da Covid-19 e já vem comandando os treinamentos desde a última quarta-feira. Tcheco retorna no melhor cenário possível, com o time na final do Estadual, jogando por uma vitória da classificação, e sem desfalques para o confronto decisivo.  

A Serpente Aurinegra chega para este confronto com a moral elevada, após ter chegado a final do Campeonato Paranaense. No entanto, o fogo agora é o Cianorte. A equipe de João Burse pode ser considerada uma ‘pedra no sapato’ do time Aurinegro. Desde 2017, foram seis confrontos, com três vitórias do Cianorte, e apenas uma do FC Cascavel. Nos dois últimos duelos entre as equipes, o empate prevaleceu.

O treinador explicou que foi importante ter a possibilidade de decidir o mata-mata em casa.

“Foi um jogo difícil. Contudo, conseguimos trazer a decisão para dentro de casa. Quando você joga um mata-mata e tem a possibilidade de fazer o jogo de volta em casa, com gramado bom, mas tem uma motivação a mais. Lógico que isso não é garantia de classificação. Vai depender da nossa mobilização, de respeitar o adversário sempre. Mas o mais importante é que, dentro de casa, a gente consegue construir as nossas jogadas. Temos que tentar buscar a nossa classificação diante do Cianorte, que é o nosso jogo do ano agora”, analisou o treinador.

Prognóstico:

O Cianorte sabe jogar contra o FC Cascavel. E não ira abdicar de seu sistema de jogo. É bem verdade que Burse terá dois desfalques no miolo de zaga. Mauricio expulso, e Eduardo Doma machucado, todavia, as mudanças não devem ser um fator crucial para o resultado final.

Prevejo um FC Cascavel tomando às rédeas do confronto, buscando iniciativas em um primeiro momento, com seu trio de meio-campistas. Willian Simões pode ser um fator interessante, caso a forte marcação do Leão prevalece contra Robinho, Gama e JP.

Com um esquema de jogo arrojado, muitas vezes sobram espaços na defesa do time de Tcheco. Principalmente pelo meio, quando o líbero avança. Algo que pode ser explorado pelo Cianorte.

O favoritismo é do FC Cascavel, mas o Cianorte provou que pode fazer frente à Serpente. Quem avança? É o que veremos às 16 horas, no Olímpico Regional.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.