Cascavel quer manter hegemonia no Grupo A8

Tcheco deve manter o mesmo time que venceu o Caxias (Foto: Daniel Malucelli)

O Cascavel está a 639,2 km de distância da capital do oeste. Para ser mais exato, a Serpente Aurinegra está em Jaraguá do Sul, cidade do Grêmio Esportivo Juventus, adversário do Cascavel pela sexta rodada do grupo A8 da Série D. O jogo será no Estádio João Marcatto, às 15h, e a grande meta cascavelense é seguir pontuando na tabela.

É bem verdade que o time do técnico Tcheco ganhou uma ‘gordurinha’ neste início da competição, e o treinador quer manter a boa fase, tanto dentro, quanto fora de casa. “É o básico para tentar conseguir os objetivos (somar pontos), principalmente fora de casa, estamos tendo uma boa conduta, temos uma vitória e um empate, mas o campeonato não chegou na metade, importante é consolidar esse momento que estamos vivendo”

A equipe Aurinegra assumiu o protagonismo no grupo A8. Depois de fazer sua melhor exibição na temporada, ao vencer o Caxias por 2 a 0, no Estádio Olímpico, sábado passado (14), o Cascavel se isolou ainda mais na liderança do grupo, alcançando os 13 pontos. 

O técnico Tcheco parece ter encontrado o seu ‘11 ideal’, ele inclusive sinalizou que deve manter o mesmo time que venceu o Caxias.

“Se torna viável (a repetição do time) a gente sempre tenta buscar a melhor equipe para o próximo jogo, então provavelmente se desenhe a mesma equipe que venceu o Caxias, vai ser importante para dar entrosamento e ter competitividade entre eles”.

O adversário do Cascavel vem meio ‘mal das pernas’. O Juventus segura a lanterninha do grupo, com apenas dois pontos, em cinco jogos. Foram dois empates e três derrotas; a última delas ocorreu na rodada passada diante do Marcílio Dias, por 2 a 1, em Itajaí. O resultado desanimou o técnico Alemão, que ‘pediu o boné’ depois da derrota. Alemão foi efetivado em meados de fevereiro depois da demissão de Paulo Foiani (ex-técnico do Cascavel) e ficou três meses no cargo. Nesse período, comandou o time em 11 jogos, somando seis derrotas, quatro empates e apenas uma vitória, conquistada em sua estreia contra o Próspera, no Campeonato Catarinense.

O novo técnico do Moleque Travesso é William de Mattia. O jovem treinador de 39 anos vem para sua terceira experiência na função. A carreira se iniciou em 2019 no Nova Mutum, onde teve sucesso ao ficar por três temporadas e ser campeão da segunda e primeira divisão do Estado. Em 2022, acertou com o Grêmio Anápolis, e agora tem a missão de tirar o Juventus da lanterna do grupo. 

Tcheco vê o Juventus com uma nova motivação após a troca.

“A equipe deles vem com um novo treinador, uma nova motivação, vai ser um jogo de redenção para eles dentro do campeonato, então temos que ter todo o cuidado para defender nossos interesses”

No ano passado, Cascavel e Juventus se enfrentaram duas vezes pela Série D. No primeiro jogo, a Serpente venceu por 1 a 0. Depois, em Jaraguá, os times empataram em 1 a 1. 

Gabriel Porta
Estudante de jornalismo no Centro Universitário FAG. Redator no Jornal Gazeta do Paraná, editor de vídeo na TV Tarobá e co-fundador do De Prima PR.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos