O que está em jogo na última rodada da Segundona?

Aruko é o único classificado até o momento (Foto: @felipeaupes/Aruko Sports)

A Segundona está chegando ao fim. Neste domingo, acontece a última rodada da Primeira Fase, onde serão decididos os confrontos da semifinal e também os dois rebaixados da competição. Mas o que ainda está em jogo no campeonato? São três vagas na semi disponíveis, além de uma “vaga” no rebaixamento. Aruko já classificado, briga apenas pela liderança, enquanto o Prudentópolis já rebaixado, joga pela honra. Confira o que cada time precisa nessa última rodada:

Aruko Sports – 1º colocado – 16 pontos

Já classificado, o Aruko pode terminar no mínimo na 2ª colocação a primeira fase. Isso porque, mesmo que saia derrotado hoje para o Toledo, poderá ser ultrapassado apenas pelo Andraus, que tem dois pontos a menos e caso vença, irá aos 17 pontos.

O Iguaçu até pode empatar em pontos com o Aruko, mas não ultrapassaria devido ao número de vitórias, o Samurai Black tem cinco e o Iguaçu pode chegar apenas a quatro.

Para garantir a primeira colocação, o Aruko precisa vencer, mas um empate também deve deixar o time de Maringá na ponta da tabela, isso porque o saldo do Aruko, em relação ao Andraus, é bem superior, são quatro gols de diferença.

Caso seja derrotado, o Aruko torce por um tropeço do Andraus para manter a ponta da tabela.

Andraus Brasil – 2º colocado – 14 pontos

Vice-líder, o Andraus entra em campo neste domingo para garantir uma classificação que vem namorando há anos. Para isso, precisa vencer, já que o primeiro time fora da zona de classificação, o Foz, tem apenas dois pontos a menos.

“Ah, mas um empate não basta?”. Talvez possa bastar, mas é arriscado. Isso por que o Andraus tem um saldo de gols baixo, apenas dois a mais que o Foz. Como o time da fronteira enfrenta o lanterna e já rebaixado Prudentópolis, a chance de fazer saldo grande neste domingo é maior.

Ainda assim, o Gigante da Pedreira só fica fora das semifinais se tropeçar e Iguaçu, Laranja Mecânica e Foz vencerem. É uma combinação difícil, mas contar com a sorte nunca é a melhor das opções.

Há também a possibilidade de terminar a primeira fase na liderança. Pra isso, precisa vencer o Toledo e torcer por uma derrota do Aruko.

Iguaçu – 3º colocado – 13 pontos

Podendo terminar no máximo na 2ª colocação da primeira fase, o Iguaçuzão entra em campo neste domingo para confirmar uma classificação muito esperada pela grande torcida de União da Vitória.

E para classificar sem dores de cabeça, precisa vencer. Isso porque, o Iguaçu está há apenas um ponto na frente do Foz, primeiro time fora da zona de classificação. Então, a palavra de ordem para este domingo é apenas uma: vitória.

O time de União da Vitória enfrenta o desesperado Verê, que luta contra o rebaixamento e deve fazer jogo duro. Se o Iguaçu vencer, garante a classificação e pode de quebra, terminar em 2º lugar, caso o Andraus tropece.

Mas caso o Iguaçu não vença, o time terá de fazer cálculos e torcer. Em caso de empate, o Iguaçuzão vai aos 14 pontos, abrindo dois de frente para Laranja Mecânica, Foz e PSTC, times que em tese, poderiam alcançar.

Caso dois deles vençam, o que é muito palpável, já que o Foz enfrenta o rebaixado Prudentópolis bem com Laranja Mecânica e PSTC fazem confronto direto, o Iguaçu ficaria de fora da próxima fase, podendo ser ultrapassado em pontos por Foz e Laranja Mecânica, ou empatar em pontos e perder pelo número de vitórias para o PSTC.

Em caso de derrota, seria eliminado até com empates de Foz e Laranja Mecânica, que ficariam igualados em pontos com o Iguaçu, mas teriam saldo melhor.

A única alternativa é mesmo a vitória.

Laranja Mecânica – 4º colocado – 12 pontos

O Laranja Mecânica vive um cenário parecido com o do Iguaçu, mas a necessidade da vitória aqui é ainda maior. Empatado em pontos com o Foz, o Laranja tem ainda na sua cola, PSTC e Toledo. E a necessidade da vitória é ainda maior, uma vez que faz confronto direto com o PSTC.

As possibilidades aqui são várias, mas fato é que, para se classificar, só a vitória interessa. mas vamos as contas: caso vença, o Laranja pode terminar até mesmo na 2ª colocação do grupo, dependendo de resultados paralelos para isso.

Mas o time também pode ficar fora até mesmo se vencer. Isso porque, o que separa Laranja Mecânica e Foz é apenas um golzinho de saldo. Se todo mundo que está a frente vencer, bem como Laranja Mecânica e Foz vencer, classifica quem conseguir manter o saldo acima, sendo a diferença neste momento, de apenas um gol. Em caso de empate no saldo, o critério de desempate vira os gols marcados, onde os times podem também empatar. Em último caso, os gols sofridos decidem o classificado. Pense chegar nesse ponto… A possibilidade de um empate em todos os quesitos é praticamente nula.

Em caso de empate, o Laranja Mecânica torce para que o Foz não pontue e que o Toledo não vença por mais de dois gols de diferença. Em caso de derrota, o time de Arapongas estará eliminado da competição.

Foz do Iguaçu – 5º colocado – 12 pontos

Em 5º lugar o Foz não tem nada a pensar que não seja vencer. E de preferência, bem. Isso porque pode classificar mesmo com todos os rivais diretos que estão a frente vencendo, basta fazer mais saldo que o Laranja Mecânica. A diferença no momento entre os dois times é de apenas um gol de saldo.

Em caso de empate ou derrota, o Foz fica pelo caminho. Simples assim…

PSTC – 6º colocado – 11 pontos

Assim como o Foz, a tarefa do PSTC é uma só: vencer. Isso porque enfrenta o Laranja Mecânica, adversário direto, e em caso de vitória, ultrapassaria o concorrente pela vaga.

Mas as coisas não são tão simples assim. Caso vença, o PSTC ainda tem que torcer por um tropeço de Foz, Iguaçu ou Andraus, para poder entrar no G4.

Empate ou derrota deixam o PSTC fora da próxima fase.

Toledo – 7º colocado – 10 pontos

A tarefa do Toledo para classificar é meio ingrata. Precisa vencer e rezar. Rezar por ao menos três tropeços dos times que estão a frente na tabela. A classificação é quase impossível, mas sonhar não custa nada.

O problema é que o time também corre risco de rebaixamento… Caso chegue a ser derrotado, terá de torcer para que Apucarana Sports e Verê não vençam. Se ambos vencerem e o Toledo perder, o rebaixamento do Porco será decretado pelo número de vitórias, ficando atrás do Verê com duas contra três do time do sudoeste.

Apucarana Sports – 8º colocado – 9 pontos

O Apucarana precisa vencer, se não quiser se preocupar com o rebaixamento. Sem chances de classificação, o Dragão do Norte entra em campo tentando apenas evitar o rebaixamento.

Se vencer o Apucarana se livra de toda e qualquer chance de queda. Em caso de empate ou derrota, torce para que o Verê não vença. Caso isso não aconteça, o Apucarana jogará a Terceirona em 2023.

Verê – 9º colocado – 7 pontos

O Verê luta apenas contra o rebaixamento, e para se livrar, precisa de uma combinação de resultados.

Primeiro que o time do Sudoeste precisa vencer o Iguaçu. Depois, precisa torcer para que Apucarana ou Toledo não pontuem. Caso vença e o Apucarana empate ou perca, o Verê se salva. Caso vença, o Apucarana também vença e o Toledo seja derrotado, o Verê também se salva.

Qualquer outra combinação, o Verê é rebaixado junto do Prudentópolis.

Prudentópolis – 10º colocado – 4 pontos

Já rebaixado, o Prude joga a última rodada apenas para cumprir tabela no campeonato.


Confira as partidas da última rodada:

  • Andraus Brasil x Apucarana Sports – Estádio Atílio Gionédis – Campo Largo
  • Foz do Iguaçu x Prudentópolis – Estádio do ABC – Foz do Iguaçu
  • Toledo x Aruko Sports – Estádio 14 de Dezembro – Toledo
  • PSTC x Laranja Mecânica – Estádio Ubirajara Medeiros – Cornélio Procópio
  • Verê x Iguaçu – Estádio Vila do Mar – Verê
Bruno Rodrigo
Jornalista formado pela Univel. Repórter no Grupo Tarobá de Comunicação e co-fundador do De Prima PR.

Artigos Relacionados

Últimos Artigos