Oi sumida? Cascavel Futsal volta a jogar pela Chave Ouro

Cascavel Futsal tem dois jogos seguidos em casa (Foto: Luciano Neves)

O dia era 17 de maio, uma noite de quarta-feira, neste dia, o Cascavel Futsal enfrentou o Umuarama no Ginásio Amário Vieira da Costa, em jogo válido pela Chave Ouro. Na ocasião, a Serpente Tricolor levou a melhor no clássico diante do time de Nei Victor e aplicou uma sonora goleada: 4 a 1. 

De lá pra cá, o Cascavel Futsal entrou em quadra somente em jogos válidos pela Liga Nacional. Nesta quarta-feira (06) o time do técnico Cassiano Klein volta a jogar pela Chave Ouro e recebe o Operário Laranjeiras, no Ginásio da Neva, às 19h30, em jogo válido pela 12ª rodada. 

O que mudou?

A ausência de jogos no torneio estadual não fez mal. A Serpente fez seu dever quando entrou em quadra e criou uma ‘gordurinha’ na tabela de classificação. Com um total de dez jogos disputados, o Cascavel Futsal venceu nove deles, e foi derrotado em uma oportunidade – no dia 12 de abril, em partida realizada contra o Marreco, em Francisco Beltrão, a Serpente saiu derrotada por 3 a 2 – resultados que deixaram a equipe na ponta da tabela, com 27 pontos. O Chopinzinho aparenta ser a equipe que vai buscar a liderança do Cascavel Futsal, no entanto, o time do sudoeste tem dois jogos a mais, e somou 25 pontos. 

Destrinchando o adversário

O Operário Laranjeiras disputa a Chave Ouro pelo segundo ano consecutivo, e tem se mostrado uma equipe emergente do futsal paranaense. Recentemente, o Rubrão esteve na briga por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil, mas foi eliminado pelo Pato Futsal. No Paranaense, o time de Laranjeiras do Sul está na quarta colocação, com 19 pontos, e vem de vitória sobre o Mariópolis por 2 a 0; Cassiano Klein reconhece a ascensão da equipe adversária.

“É uma equipe fantástica, eles vem em uma escalada muito boa, subiram da prata em 2020, ano passado estiveram entre as quatro melhores equipes da Chave Ouro, e novamente é uma equipe que vem muito bem, tem um grande treinador, grande jogadores, e temos que ter cuidado”
Operário vem de vitória sobre o Mariópolis, por 2 a 0. (Foto: Reprodução Site Campo Aberto)
Reencontro com a torcida

Longe de casa, o Cascavel Futsal foi derrotado pelo Atlântico de Erechim, pela LNF, mas agora, time e torcida vão ficar mais próximos. Isso porque, além do jogo de hoje contra o Operário, o Cascavel enfrenta o Santo André Intelli, no sábado (11), às 18h, em casa. Serão dois jogos seguidos no ‘Ninho da Serpente’, e o retrospecto dentro de casa diz muito sobre a importância da presença da torcida para o Cascavel Futsal.

Somando jogos de Chave Ouro e Liga Nacional, o time cascavelense fez onze jogos, e venceu dez, sendo derrotado em uma partida, diante do Jaraguá, pela LNF, por 4 a 5. No que depender de Cassiano Klein, entrega em jogos dentro de casa, nunca irá faltar.

“Nós aproveitamos muito a atmosfera do nosso torcedor, é incrível jogar aqui, é sempre um prazer, um privilégio, a gente procura retribuir todo esse carinho, somos uma equipe de entrega, que luta bastante, e vamos fazer isso em todos os jogos aqui dentro”.
Gabriel Porta
Estudante de jornalismo no Centro Universitário FAG. Redator no Jornal Gazeta do Paraná, editor de vídeo na TV Tarobá e co-fundador do De Prima PR.

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos